Fabio Kavakami

Quem entra no hortifruti localizado na Vila Zelina, zona leste de São Paulo  é  recebido com um “bom dia”, “boa tarde” ou “boa noite”. Não importa qual o horário. A simpatia é pontual.

O dono de tamanha educação e responsável pelo comércio de peixes e frutos do mar, Fabio Kavakami é conhecido na região por oferecer aos seus clientes produtos sempre frescos. Se você gosta de Sashimi – aquela porção de peixe fatiado e servido cru, prato típico japonês -, por exemplo, não tem problema: Fabio retira do freezer a peça, fatia e monta a bandeja. Tudo na hora.

Fabio2.jpg
Fabio fatia peça de tilápia.

A praticidade no manuseio do peixe não é de agora. Vem de muitos anos, graças ao acúmulo de experiência que passou após tempos muito difíceis.

“Ojisan” e “Obasan”.

Neto de imigrantes japoneses, Fabio começou a trabalhar logo cedo. Ele e mais três irmãos tiveram que batalhar depois que o pai faleceu. “Ele começou a beber já adulto e teve complicações de saúde”, afirma.

Viúva e com quatro filhos para cuidar, a mãe de Fabio os sustentou com a comida e mistura que conseguia e muitas vezes deixava de comer para poder alimentá-los. Nessa época, com onze anos, o garoto foi trabalhar na feira vendendo pastel.

“Era uma barraca de pastel e os donos eram um casal de idosos japoneses. Por respeito aos mais velhos e tradição na língua nipônica, eu chamava de ‘Ojisan’ o senhor e ‘Obasan’ a senhora. Foi o meu primeiro trabalho e aprendi muito com eles”.

Depois de algum tempo, Fabio entrou no antigo Banco Bamerindus e foi trabalhar com balancetes. Persistente e disciplinado, conseguiu crescer lá dentro mas as dificuldades em sustentar a casa o obrigaram a seguir um novo caminho. Pensou em ir ao Japão para trabalhar e mandar dinheiro à mãe, mas uma outra proposta o fez repensar e a permanecer no Brasil.

“Nenê”.

A proposta de mudança de emprego partiu do tio de Fabio. Era para trabalhar na Feira do Peixe que acontece nas madrugas dentro da Ceagesp. Até hoje, a feira é o principal meio de abastecimento de peixes e frutos do mar para mercados, restaurantes, bares e outros tipos de comércio. Os compradores negociam os melhores preços pela quantidade ideal do produto.

Peixes.jpg
Tilápias no freezer da peixaria.

“Trabalhei durante oito anos na madrugada. O Ceagesp foi a grande oportunidade que tive para aprender o ramo do peixe, a negociar, a saber vender; ou seja, a entender o funcionamento do mercado. Fiz amigos e como eu era novo, me chamavam de ‘Nenê’. Nessa época comecei a sustentar a minha mãe e a proporcionar o conforto que nos faltava, desde o falecimento do meu pai”.

A Força Vem do Trabalho.

Anos depois, Fabio saiu da Ceagesp e arriscou trabalhar sozinho em outros negócios, mas escolheu continuar também com o peixe. Esse amor já vem de família e foi através dele que sua mãe teve o sustento tão merecido.

Sashimi.jpg
Sashimi a caminho da bandeja.

Os outros irmãos seguiram outros caminhos. Uns foram ao Japão e retornaram ao Brasil. Outros trabalharam em multinacionais e  seguiram carreira pública. A união e o trabalho foram as alavancas para o desenvolvimento da família.

A conversa se estendia e novos pedidos surgiam. O pessoal do Fabio dava uma grande força dentro da peixaria. Era retirar o peixe, colocar no balcão, limpar, pesar e entregar. Sempre sincronizados. No meio da correria perguntei o que o peixe significava para ele. A resposta foi imediata: “Para mim, o peixe significa gratidão”.

Facas.jpg
Ferramentas de trabalho.

Texto e Fotos: Tico Mendes

Anúncios

6 comentários sobre “Fabio Kavakami

  1. Fabinho.
    Parabéns!!!
    Fiquei muito feliz em ver essa reportagem. Qualquer dia desses apareço na sua loja. Vanessa
    (Filha do Tião e Maria Luiza – IV centenário…mais fácil pra vc me reconhecer…kkk)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s